Dicas & Mídia

Como combater a flacidez corporal

À medida que envelhecemos, nossa pele e nossos músculos começam a perder tonicidade e elasticidade, aparentando o característico aspecto flácido. Embora o envelhecimento seja o principal causador da flacidez, ele não é o único. Existem outros fatores que podem prejudicar a musculatura e a estrutura da pele. Sol, alimentação e tabagismo são alguns deles. Portanto, para combater a flacidez devemos:

– Evitar o excesso de sol: os raios solares têm a capacidade de destruir as fibras colágenas e elásticas da nossa pele.

– Praticar atividades físicas: o treino em academias ou ao ar livre fortalece e tonifica a musculatura. Porém, é importante que as atividades sejam praticadas com regularidade!

– Manter alimentação saudável: devemos ingerir quantidades adequadas de proteínas (são fonte para a produção de colágeno), vitaminas e minerais. A ingestão de água em abundância é essencial!

– Evitar fumo: as substâncias químicas do cigarro provocam um estresse oxidativo na pele, que também causa a destruição das fibras colágenas.

– Manter o peso estável: grandes alterações de peso contribuem para aumentar a flacidez cutânea.

Atualmente, dispomos de tratamentos capazes de aumentar bastante a nossa produção endógena de colágeno e auxiliar no combate à flacidez. Na minha opinião, a associação de bioestimuladores a tecnologias como a radiofrequência (Legacy) ou ultrassom microfocado (Ultraformer) é a melhor forma de obtermos resultados excelentes!

Os bioestimuladores são substâncias injetáveis capazes de atrair fibroblastos, que são as células da nossa pele responsáveis pela produção das fibras de colágeno e elastina, que dão sustentação à nossa cútis. Já os aparelhos têm a função de aumentar o metabolismo dos fibroblastos. Ou seja, estimulam os fibroblastos a produzirem ainda mais colágeno. Por isso, a associação é extremamente benéfica. Aumentamos a quantidade de fibroblastos no local desejado e aumentamos o metabolismo dessas células para promover um “boom” de colágeno na nossa pele.

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email